• Andréa Jaeger Foresti

Qual a relação da Moda Sustentável com a Resiliência?

Atualizado: 23 de Mai de 2019

Andréa Jaeger Foresti


Pessoas se transformam no processo de ressignificação de peças da Coleção Joias Sustentáveis

O que tem me encantado mais, é o quanto a moda sustentável é muito mais do que o supérfluo e o glamour das passarelas.


O quanto ela é mais do que combinar uma roupa com um acessório, quando se vê pessoas que não têm nem roupa para vestir.


Eu tenho me encantado como a moda sustentável tem uma função resiliente na vida das pessoas que se envolvem com ela, porque ela chega justamente para as pessoas que não têm condições de levar uma vida com dignidade.


Então essa temática tem muita relação com a cidadania e com a Engenharia de Resiliência.


Minha dissertação de mestrado aborda a Engenharia de Resiliência na perspectiva da Gestão de Riscos de Desastres Socionaturais. Não pretendo descrever em detalhes, mas de forma simplificada, o significado que a Engenharia de Resiliência pode ter aplicado à Moda Sustentável.


A perspectiva que aqui interessa é a de CONSTRUÇÃO. Não me refiro à Construção Civil e Habitação, mas à construção de uma vida digna, de enfrentamento às expressões da questão social, de defesa dos direitos humanos e da consolidação da cidadania porque, embora haja uma vasta legislação e garantias legais, essas não são efetivas na prática. Então, como as Joias Sustentáveis têm contribuído com essa construção de dignidade?


A proposta de um trabalho coletivo com encontros semanais que visam à produção de peças que derivam do reaproveitamento de embalagens plásticas como dimensão ambiental da sustentabilidade, têm a capacidade de estabelecer vínculos comunitários que vão se fortalecendo e criando uma espécie de cumplicidade entre moradores de um mesmo residencial, de uma mesma comunidade.


O propósito imediato dos encontros é a produção. Produção de algo relacionado ao belo, ao cuidado consigo, e ao cuidado com o ambiente onde se vive. A intencionalidade dessas ações é a constituição de diálogos coletivos que se refiram ao fortalecimento do grupo, na medida em que circulam informações a respeito da dignidade humana. Um exemplo desse tipo de informação, são os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, da Organização das Nações Unidas, pois a missão dessa estratégia mundial é, conforme Amina J. Mohammed (atual vice-secretária-geral das Nações Unidas), garantir uma vida com dignidade. "(...) até 2030 podemos acabar com a pobreza, podemos transformar vidas e podemos encontrar formas de proteger o planeta (...)".


Além do acesso à informação cidadã, o que também tem interferido e influenciado no empoderamento das pessoas que participam desse processo, na medida em que passam a se relacionar com instrutores do Instituto Redecriar, é a forma com que elas são tratadas por esses. Exatamente. Elas produzem Joias Sustentáveis. Porém, não só produzem. Elas são tratadas como tal. Respeito. Carinho. Atenção. Paciência.


Tratar o outro como Joia é ter respeito ao seu processo de aprendizado, abrindo espaço para perguntas e dedicando tempo para respostas; é ter carinho ao repetir aquilo que não conseguiram compreender; é dar atenção aos dilemas que vivem em suas comunidades; é dedicar paciência quando a ansiedade toma conta do trabalho em grupo e exige um realinhamento das ações. Produzir as Joias Sustentáveis é algo terapêutico. É conectar-se consigo mesmo. É dar atenção a algo que tem início, meio e fim. E se orgulhar desse fim.


E se esse processo gera dignidade humana, a Moda Sustentável é a temática que atrai a pessoa para a construção de sua resiliência, sua capacidade individual de enfrentar adversidades a partir de um coletivo.


E foi assim, no dia 27/04/2019, quando apresentamos o novo site do Instituto Redecriar no Fashion Revolution do Vila Flores. E as participantes da Oficina das Joias Sustentáveis vivenciaram o processo de Ressignificação de uma embalagem plástica vazia, que iria para o coletor de resíduos secos, na melhor das hipóteses, transformando-a em um acessório da Moda Sustentável. Depoimentos do grupo evidenciaram que este processo produtivo está relacionado à terapia, à proteção da vida no planeta e ao processo de gostar mais de si mesma.

Se moda é sinônimo de costume e comportamento de uma dada época histórica, que passemos a construir uma nova moda: A MODA DE TRATAR AS PESSOAS COMO JOIAS.






34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© Instituto Redecriar - Todos os direitos reservados
CNPJ 07.731.258/0001-07
Telefone: 51 98151-9823 | Email: redecriar@gmail.com
Av. Luiz Manoel Gonzaga, 351 - Petrópolis, Porto Alegre - RS, Brasil

Voltar ao Topo

  • Facebook