• Andréa Jaeger Foresti

Instituto Redecriar em parceria com Vila Flores

Atualizado: 24 de Mai de 2019

Andréa Jaeger Foresti


Vila Flores tem Joias Sustentáveis no Show Room do Ecossistema da Moda Sustentável

A indústria da moda é o segmento mais bem sucedido em convencer a sociedade de consumir coisas que não precisa, conforme afirma Ana Fernanda Souza em sua TEDx Rio Vermelho.


A sociedade brasileira atribui ao Brasil o título de maior produtor de lixo plástico do mundo e recicla apenas 1% do volume gerado, de acordo com pesquisas do Programa Mata Atlântica e Marinho do WWF-Brasil.


Na caminhada do Instituto Redecriar, desde 2005, a Educação Sustentável contribuiu com a aproximação e conexão entre pessoas que compartilham do mesmo pensamento: é preciso estabelecer um comportamento crítico em relação ao consumo e também em relação à geração de resíduos. É fundamental reaproveitar resíduos plásticos, tendo em vista que seu tempo de decomposição é, em média, 5 séculos (e nesse caminho, esses materiais poluem ecossistemas terrestres, marinhos e provocam a morte de muitos animais). Esse pensamento gerou a criação de Joias Sustentáveis como acessórios da Moda Sustentável e, com isso, a aproximação do Instituto Redecriar com o Ecossistema da Moda Sustentável. O espaço que acolheu essa proposta é um verdadeiro centro cultural que tem programações com grande força transformadora. Suas edificações foram construídas pelo alemão José Franz Seraph Lutzenberger, engenheiro e arquiteto também responsável por projetos importantes como a Igreja São José, o Palácio do Comércio e o Instituto Pão dos Pobres. Reconfigurado, o espaço do Vila Flores abriga atividades culturais que se alinham ao conceito trabalhado pelo Instituto Redecriar e, dessa forma, essa parceria permite à comunidade porto alegrense, turistas e visitantes, conhecerem e verem, de perto, o detalhe de cada peça que compõe a Coleção Flora das Joias Sustentáveis no Show Room do Ecossistema da Moda Sustentável.


Foi lá que o site www.redecriar.org.br foi lançado no dia 27/4/2019. A conexão entre pessoas que assumem o consumo consciente aliado à co-responsabilidade sobre os resíduos gerados resultou na Oficina de Joias Sustentáveis. Um momento de compartilhamento de ideias, de escolha de materiais que agregam valor ao plástico que deriva de embalagens de materiais de higiene, beleza e limpeza geradas no ambiente doméstico, para a criação de uma peça que tem muita capacidade de transformação.


Na criação, uma embalagem plástica que iria para o lixo se transforma em Joias Sustentáveis. No processo de produção, uma pessoa que gera resíduos se transforma em um artesão e Consumidor Consciente que inova seu comportamento na medida em que cuida do seu espaço no Planeta.




29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo